Satélite de R$4 bilhões será explorado por empresa americana

A brasileira Via Direta Telecomunicações ingressa nesta sexta-feira (16) com ação na Justiça Federal para suspender um escandaloso contrato de exclusividade em que a estatal Telebras entrega à empresa ViasatInc, dos Estados Unidos, a exploração do satélite SGDC em banda Ka, no qual o Brasil investiu R$4 bilhões para dar segurança a informações governamentais e para “democratizar a internet” no Brasil. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

 

A americana ViasatInc terá controle sobre informações do governo, inclusive militares, tornando-o ainda mais vulnerável à espionagem.

Os americanos só precisam investir US$5 milhões em equipamentos de banda-base para faturar US$1,5 bilhão explorando o satélite SGDC.

A Telebrás confirma a entrega da operação do satélite à empresa americana, mas se recusa a informar seu valor e outros detalhes.

O Ministério das Comunicações e a Telebras estimularam empresas brasileiras a investirem para operar o satélite. Depois desconversaram.

 

 

quinta-feira, 4 Abril, 2019